SALGADOS VEGANOS: DE OLHO NESTE NOVO MERCADO

SALGADOS VEGANOS: ADAPTE-SE AO ESTILO DE VIDA DE QUASE 8% DOS BRASILEIROS*

bralyx.comOs adeptos do veganismo não consomem nada de origem animal, ou testado em animais e o aumento deste estilo de vida no mundo todo é uma ótima oportunidade para quem resolver se arriscar neste ramo. Cada vez mais, empreendedores e fabricantes de salgados e doces estão investindo em máquinas que se adequem à fabricação de produtos especificamente voltados para o nicho vegano e vegetariano, que engloba, inclusive, pessoas alérgicas ou com algum tipo de intolerância alimentar. As opções de doces e salgados veganos são incontáveis e as receitas e os ingredientes podem variar conforme o gosto do freguês: o céu é o limite para quem resolve se arriscar nestes produtos. Se você decidiu abrir um negócio de alimentos veganos, não tenha medo de arriscar e de experimentar.

*Fonte: MapaVeg


5 DICAS PARA QUEM QUER ABRIR UM NEGÓCIO DE ALIMENTOS VEGANOS

Algumas dicas são essenciais para comerciantes que querem abrir um negócio capaz de comercializar apenas alimentos - doces ou salgados - veganos. Seguir recomendações como as que daremos abaixo irá colaborar para construir um negócio de sucesso, que seja coerente a este estilo de vida e cujos sabores e preços façam jus aos seus objetivos de vendas. Abaixo, damos 5 dicas para quem quer abrir um negócio de alimentos veganos:

Dica 1) elabore um planejamento detalhado (como para todo negócio), levando em consideração quanto tem em caixa para investir; quanto gastará com aluguel e fornecedores; onde ficará o negócio e quais serão os parceiros; quanto gastará com funcionários; outros gastos importantes e também os emergenciais.

Dica 2) planeje e coloque em prática a sua especialização, como dono e participante do negócio e de suas atividades, assim como a especialização de seus funcionários. É importante estar por dentro de todos os assuntos que envolvem o veganismo; de pesquisas que são divulgadas com frequência; de novos sabores e tendências e também de tópicos relacionados não apenas à alimentação dos veganos, mas também ao seu estilo de vida. Como proprietário de um negócio vegano, você precisa estar muito atento aos ingredientes que serão utilizados na produção de cada doce e salgado, para garantir que o produto é, de fato, vegano.

Dica 3) experimente desenvolver um estilo próprio (inclusive considerando os aspectos físicos de sua loja e de seus produtos): defina um conceito e estude um formato que tenha relação, esteja atento e seja coerente ao estilo de vida de seu público alvo. Lembre-se que, além dos veganos, outros públicos poderão também fazer parte dos frequentadores de seu negócio, como os vegetarianos, as pessoas com intolerâncias alimentares e alergias e os simpatizantes deste tipo de alimentação que a consomem ocasionalmente.

Dica 4) pense com carinho na divulgação de cada produto e, sempre, ao apresentar seus alimentos veganos ao público, utilize informações e dados que sejam atraentes e verdadeiros; mencione os ingredientes utilizados e, se achar válido, sua origem e seus fornecedores. O público vegano costuma pesquisar bastante sobre o que consome. Participe de comunidades nas redes sociais e envolva-se com o seu público.

Dica 5) encontre um equilíbrio entre a qualidade do seu produto e o preço pelo qual você irá vende-lo. Neste momento, é importante levar em consideração o quão novo este produto é no mercado vegano (originalidade), os fornecedores, a procedência e as certificações de cada um dos ingredientes utilizados na fabricação do alimento.

bralyx.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A IMPORTÂNCIA DE ACOMPANHAR O CRESCIMENTO DO PÚBLICO ALVO DE SEU NEGÓCIO

Já é possível perceber que o modelo de negócio de produtos veganos ganha ênfase em todo o mundo, inclusive porque as empresas estão sendo levadas a investir em alimentos que não sejam de origem animal, justamente para atender uma fatia de mercado que cresce cada vez mais. Atualmente, existem inúmeros cadastros e comunidades de fornecedores e produtores de alimentos veganos, sejam doces ou salgados. Outra dica importante é procurar fazer parte destas estatísticas e destes grupos de compartilhamento de informações para que seus clientes possam lhe encontrar mais facilmente.

SAIBA DIFERENCIAR OS VEGANOS DOS VEGETARIANOS, MAS LEVE TODOS EM CONSIDERAÇÃO

Os adeptos do estilo de vida vegano tem como base da alimentação as frutas e os vegetais; eles precisam estar atentos ao equilíbrio de cereais com leguminosas, oleaginosas e outros alimentos com as vitaminas e os minerais necessários para uma vida saudável. Já os adeptos ao vegetarianismo são aqueles que excluem do cardápio todos os tipos de carnes, mas ainda consomem outros alimentos de origem animal, como leite e ovos. Apesar de ter um estilo de vida diferente do estilo dos veganos, o público vegetariano também pode (e deve) ser levado em consideração por um empresário que pensa em abrir um negócio de alimentos veganos, podendo até mesmo ser pensado uma linha de produtos diferenciados para eles.

SUGESTÕES PARA O SEU CARDÁPIO

Em um mercado de alimentos veganos, além de deixar a imaginação fluir, também é possível se apropriar de comidas famosas e produzi-las com outros ingredientes que não sejam de origem animal. Alguns dos salgados mais tradicionais também já se encaixam em uma linha vegana: empada de palmito; faláfel (feito de grão de bico) e até a polenta. O kibe é outro salgado que vem ganhando novas releituras com o aumento do sucesso do veganismo e do vegetarianismo. Em algumas releituras, a carne é substituída por soja, abóbora e até aveia! A coxinha de jaca (veja vídeo) também faz sucesso no mercado. É uma das receitas mais em alta dos últimos tempos e tem sabor neutro, o que te permitirá ousar no tempero que quiser. Use e abuse do uso de massas integrais, explorando a linha natural do negócio: salgados assados são sempre bem-vindos.

E aqui vai uma observação importante: o salgado frito vegano é diferente do salgado frito que nós conhecemos. Para empanar seu salgado vegano use a dobradinha água + farinha de linhaça. Farinha de rosca + ovo: nem pensar!

Para finalizar, algumas sugestões de ingredientes que podem ser utilizados como base e/ou inspiração para o preparo de massa na experimentação de novas receitas: batata doce, mandioca, arroz, grão de bico, farinha de milho, quinoa, tapioca, banana. O recheio de seu salgado vegano também pode variar muito. Faça o teste com: castanhas variadas, ervas, legumes e verduras (berinjela, brócolis, palmito, cenoura, alho porró etc.), por exemplo.

Sucesso!