COMO COMEÇAR UM NEGÓCIO DE SALGADOS

COMO COMEÇAR UM NEGÓCIO DE SALGADOS

No Brasil, mais de onze milhões de empresas foram criadas nos últimos três anos e meio.* Isso é empreendedorismo. Ser empreendedor e, mais especificamente, ter um negócio de produção e venda de salgados chama a atenção de muitos brasileiros. Este formato de negócio ganha destaque no mercado principalmente por ser prático e fácil de começar. Afinal, basta ter uma boa receita, disposição e um pequeno capital para iniciar.

Você pode até começar até mesmo na cozinha da sua casa, mas saiba que quando um negócio de salgados é bem planejado e executado, o rendimento pode chegar a cinco dígitos!

bralyx.comMuitos empreendedores começaram com uma pequena produção caseira e fizeram o negócio render. Hoje, eles estão a todo vapor.

Na Bralyx, temos vários casos de empreendedores** que começaram com uma produção bem acanhada e hoje tem um negócio de sucesso. É o caso de Maria dos Prazeres, mais conhecida como Dona Prazeres, moradora de Recife, que começou o negócio como muitos de nossos clientes, em sua própria casa, e hoje tem 2 lojas e uma fábrica mantida por 64 funcionários.

*Fonte: Sebrae | 2017

**Quer se inspirar? Conheça as histórias dos clientes Bralyx clicando aqui

Mas, afinal, como começar um negócio de salgados?

6 DICAS PARA INICIANTES

  1. Defina o tipo de negócio que você pensa em montar: vai fabricar e oferecer os salgados a padarias, vai abrir um buffet, montar um bar ou lanchonete? Estabeleça pequenas metas e determine o que precisa para chegar até lá. Se você traçar um objetivo muito ambicioso, corre o risco de desanimar no caminho. E sempre que você alcançar a meta, comemore muito!
  2. Determine a capacidade de produção e se há necessidade de ajudantes, além de escolher equipamentos e infraestrutura. Baseado nisso, faça um orçamento básico de quanto precisará para começar e para se manter nos primeiros meses, já buscando pelo menos um mínimo de lucro.
  3. Faça pesquisas para descobrir: quem será o seu público (profissão, idade, horário de visita ao seu negócio, por exemplo); o que o seu público mais consome e de quais novidades mais gostam; como os seus concorrentes trabalham etc. Quanto mais completa for a sua pesquisa, mais informações você terá para começar o seu negócio.
  4. Estude, aprimore-se! Faça todos os treinamentos que forem possíveis para fazer os salgados de forma higiênica, segura e sem desperdício, defina um padrão e busque o máximo de qualidade em cada item vendido. Procure também aprender sobre controle financeiro e gestão, eles vão ajudar a manter o seu negócio saudável e lucrativo. Comece os trabalhos!
  5. Cuide da apresentação para impressionar o cliente. Invista na embalagem, armazenagem e congelamento dos salgados (caso necessário) e também de todos os ingredientes que farão parte de sua produção. Sempre fique atento ao que deve retornar ao estoque e o que deve ser utilizado totalmente após aberto ou antes do vencimento.
  6. Divulgue! A divulgação e o marketing são itens essenciais para o sucesso de seu novo negócio. Não tenha vergonha de assumir que está começando, mas enfatize a qualidade de cada produto. Distribua panfletos nos arredores e use as redes sociais. Divulgue os tamanhos e recheios de seus salgados; faça promoções relacionadas a datas comemorativas ou até mesmo em dias específicos da semana (divulgue-as!); tenha sempre uma novidade na manga. Lembre-se de mencionar o seu telefone para contato, endereço, formas de pagamento e se há disque-entrega ou não.

EM UM NEGÓCIO DE SALGADOS, É PRECISO INOVAR SEMPRE

Quando começamos a empreender em um negócio de alimentos, precisamos ter a consciência de que nossos consumidores exigirão qualidade e diversidade para que se tornem clientes fiéis. O investimento em uma máquina de salgados, por exemplo, aproveitando ao máximo a capacidade que ela possui, costuma ser uma decisão inteligente por parte do empreendedor que quer aumentar a produção sem perder a qualidade.

O empreendedor precisa inovar constantemente e se diferenciar através da qualidade de seu produto. Todos os dias, o empresário precisa responder a uma pergunta principal: o que posso fazer HOJE para deixar minha empresa melhor do que ontem?

Envolva todas as pessoas que fazem parte do negócio nesta pergunta, converse com clientes, fornecedores, parceiros, ajudantes. Quando todos se envolvem, as respostas são mais ricas e vão ajudar a fazer sua empresa crescer e prosperar.

Sucesso!